Entrevista STJ: Banda #ROAM

30 de jul de 2012


Caros leitores, hoje trago para vocês uma grande novidade: De agora em diante, teremos mensalmente entrevistas com bandas amadoras. E para começar mais do que bem lhes apresento #ROAM.

#ROAM é uma banda de pop rock formada em 2011 na cidade de Entre Rios de Minas. Bruno Faria é o vocalista, Dudu Coelho nos vocais, guitarra e violão, Adilson Alves na guitarra, Douglas Reis no baixo e Nandinho na bateria.

Bruno Faria
Com influências que vão de Audioslave a U2, Jimi Hendrix a Iron Maiden, Detonautas a Jota Quest, a banda vem buscando seu espaço no cenário musical regional, e tem tudo para ganhar cada vez mais destaque, tudo isso com muita dedicação e amor a música.
Qual a origem do nome “Roam”?
O nome da banda significa “baderna”, bagunça. Resolvemos escolher este porque no começo éramos carentes de organização (risos). A banda sempre ensaiou num cubículo, tendo em vista que somos cinco, dá para imaginar a frustração que é querer convidar os amigos pra curtir o ensaio.
Quando começaram a banda, e por que quiseram montar uma?
Quando iniciamos esse projeto, tínhamos receio de tentar algo mais sério, pois todos nós já tocamos em diversos projetos que não deram em nada, e em alguns casos restaram-nos apenas inimizades e frustrações. Com a #Roam, vimos a possibilidade de fazer diferente. Somos todos amigos de infância e conhecemos bem uns aos outros, todos os defeitos e virtudes.
Adilson Alves

Vocês se lembram do preço dos primeiros instrumentos? Onde eles foram comprados? Marca?
‘Tá’ aí um dos motivos pelos quais é difícil se montar uma banda. Quando éramos mais novos e não tínhamos renda fixa, era quase impossível ter instrumentos bons. Os ensaios eram ruins e os shows piores ainda. Não havia qualidade, motivo pelo qual nos desmotivávamos a tocar ao vivo. Hoje a maioria dos músicos trabalha noutro ramo, mas leva a música como primeiro plano, não visando status e muito menos dinheiro, mas sim proporcionar o que acreditamos (a música) de verdade e fazendo com o coração.
SITES DA BANDA: - Site Oficial - Fan Page no Facebook
Quando Você Chegar(Acústica) - #ROAM 
Apresentação na 53ªFesta da Colheita de Entre Rios de Minas, na qual eu fui e tive o prazer de entrevistar os meninos da banda. Simplesmente incrível! Vejam o vídeo, e deixem que a letra toque seus corações.

Tem composições próprias?
Quando Você Chegar (Dudu Coelho); Depois do Sol (Dudu Coelho); Por tantas vezes (Adilson Alves) & Meu Chão (Camila Resende / Dudu Coelho).
(Para os membros que não namoram) Quais as reações das meninas das quais vocês estão a fim quando dizem que tem uma banda?
Acreditamos que aquela era das “Marias Bandas” acabou com o tempo. Hoje a música é muito mais comercializada pelo lado marketing da coisa. Os cantores ficam muito mais tempo na frente do espelho do que estudando música. Mas nós somos levados pelo prazer de tocar e mostrar o nosso som, dessa forma acreditamos que hoje não adianta apenas ter talento, é preciso ter beleza pra conquistar as meninas (risos). Acho que é por isso que não estamos nos dando bem com as mulheres, porque estamos mais preocupados em estudar música do que limpar o espelho (risos).
Dudu Coelho

Qual o maior apuro que já passaram, seja num show, ensaio, etc.?
Nunca passamos por grandes apuros, até porque a banda é muito nova, mas certa vez o Adilson estava tão nervoso que foi para o show e esqueceu seus instrumentos. Foi uma coisa bem engraçada (risos).
O que vocês sentem quando tocam e veem o brilho nos olhos da galera?
É incrível ver o público cantando junto e apoiando a banda. Isso (a animação) é essencial! Certa vez tocamos num lugar em que haviam cerca de vinte pessoas, mas eles agitaram o show do início ao fim. Preferimos esses vinte animados a uma multidão baixo astral!
Quais as maiores dificuldades, em sua opinião, que se tem hoje em dia ao começar uma banda? É possível reverter isso? Como?
A maior dificuldade é que a mídia hoje em dia, é basicamente sertaneja. O rock perdeu seu espaço, mas acreditamos que ele vai ressurgir e voltar com tudo, e um dos motivos que nos faz crer nisso é o filme que conta a vida de Renato Russo, “Somos Tão Jovens”, que será lançado em outubro.
Um recado para os fãs?
Apurem os ouvidos! (risos).
Nandinho

Douglas Reis


Com a voz, os fãs:
Representando todos os fãs da banda #ROAM, apresento a vocês, Camila Resende. (Em todas as entrevistas convocarei um fã para expor suas opiniões sinceras a respeito da banda).
O que você acha da banda?
Eu acho que a banda tem um potencial enorme, acredito muito nos garotos, eles têm um repertório bacana e se esforçam muito pelos seus objetivos. Acompanhar uma banda desde a sua formação e acreditar nos seus sonhos como se fossem os meus é simplesmente inexplicável. Os garotos merecem tudo isso e muito mais, e tudo que vier será fruto de muita dedicação.
O que os diferencia das demais?
Tem muitas coisas, mas as mais peculiares são as lindas composições que tocam lá no fundo. Eles tem uma sensibilidade para compor, uma paixão, uma inspiração que não se encontra em muitas bandas. Além disso, eles são diferentes porque quatro dos cindo integrantes cantam e tem esse espaço, esse momento no palco.
Se pudesse descrever #ROAM com apenas uma palavra, qual seria?
Harmonia, não digo só a harmonia entre os integrantes, mas também a harmonia perfeita dos instrumentos, que nos levam junto com a melodia. E porque não harmonia entre a banda e o publico que pula, dança e se envolve a cada canção?!


 O Sol - #ROAM 




Agradecimentos:
Karolina Hugo
Camila Resende
Banda #ROAM

Da Esquerda para a Direita: Bruno, Adilson, Douglas, Dudu e Nando

12 Opiniões:

Karolina disse...

Ficou uma ótima entrevista. Como deveria ser, fiquei com desejo de ouvir a banda tocar. Parecem caras que gostam mesmo de fazer música de boa qualidade. Parábens Laila e a Banda, todas as forças positivas para vocês. E viva a música!

Rodrigo Ferreira disse...

Layla!
Gostei muito da entrevista, ficou otima. Deu gostinho de quero mais de ouvir um clipe da banda. Tomara que eles façam um clipe. Concordo com eles a banda roqueira está perdendo espaço na midia. Mas sucesso e energia positivas para vc e para a banda.

gira girafa disse...

Excelente Layla! parabéns

Ficou muito boa a entrevista e a banda também tem muito estilo. Ótima Música.

Flor de Liz disse...

Oi Layla, tudo bem?
Adorei a iniciativa de entrevistar bandas amadoras e independentes.
Adorei conhecer a banda Roam, eles tem um estilo bem legal! Logo eu que sou eclética, gostei bastante.
Mal posso esperar pela próxima entrevista!
Muito legal mesmo seu trabalho de acabar de certa forma divulgando essas bandas que estão por aí, são boas, mas não tem tanto conhecimento das pessoas.
Mais um post incrível seu!
Beijos, sempre que der estou de volta! :D

Vinícius Nesi disse...

Ótimo texto Layla!! Também uma ótima ideia a de entrevistar bandas amadoras! Boa sorte a vc e a banda #Roam

gnvision disse...

Ola Layla, como está?

Aprecio sua iniciativa de abrir espaço para bandas amadoras, muito legal mesmo. É bom ver que as bandas que estão nascendo valorizem mais a musica do que o marketing e a fama, isso que deve vim naturalmente com o tempo.

Parabens! Ótima banda!

Go #ROAM

Nuti disse...

ah, muito legal o que está fazendo em vários aspectos. Estima da banda, que ao falar sobre si mesma materializa desejos e existência; Procura por gente jovem, tanto de quem é profissa quanto quem quer ouvir coisas novas; e conteúdo diferenciado pro blog.
Gostei da entrevista, vou ouvir depois.
Beijos!!!

Marília disse...

Oi Layla muito legal vc entrevistar bandas amadoras, eu tenho amigos que tocam e tem as suas bandas e sei como é complicado divulgar os seus trabalhos, essa banda Roam tem os integrantes bem esforçados e unidos, tudo que um grupo musical precisa, claro e talento rsrs
Parabéns!!!
http://pitadadecinema.blogspot.com.br/

Marília disse...

Muito legal a entrevista com a banda, é importante ter pessoas que divulguem os trabalhos, tenho amigos que tem bandas e entendo a dificuldade, gostei da banda roam, é unida, simpática e talento neah rsrs
Parabéns por divulgar novos talentos e sonhos...
http://pitadadecinema.blogspot.com.br/

Tayná Maia disse...

sem base o desempenho desses garotos, muita sorte pra eles :)

Manfrá disse...

Parabéns Layla, uma entrevista com conteúdo fervoroso, da uma gostinho na boca mesmo, muito bom.... sucessos Layla!

Steve Gleidson disse...

Já fizeram todos os elogios que eu queria fazer a você por esse post rs. Mas vim aqui pra dizer que fiquei lisonjeado por você ter dito que meus poemas te inspiravam eu escrevi alguns e vou publicar aos poucos. Mas você deve conhecer tantos blogs que postam poesia... por que não busca inspiração nesses também? Abraços.

Postar um comentário

- Opiniões, críticas, sugestões e tudo mais são sempre bem-vindos, mas seja educado(a) comigo para que eu não precise ser indelicada com você.
- Fique a vontade para deixar o link de seu blog para que eu retribua a visita, desde que faça um comentário decente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.

Siga por E-mail

AGREGADORES