Ode à Lua

8 de mai de 2012


Ó tu, majestosa e bela,
Rainha da Noite nos céus.
Lua serena, astro da Terra,
Vendo do alto todo escarcéu.

Este alarido incessante de vozes lamuriantes,
De pobres apaixonados que a ti vem rogar,
(Sabendo de tua imponência, de teu poder)
Para que lhes arrume um par.

És tu quem presencia os prantos,
Das almas solitárias dos poetas.
E só tu sabes dos encantos,
Que circundam as almas das donzelas.

Lua, Lua, Lua!
Ofuscada pelo brilho do Sol.
Ousam dizer que sua luz é dele,
Mas para mim, tu reinas maior.

Satélite natural da Terra,
Ao redor da qual vive a girar,
Aqui há mais uma reles admiradora,
Que teu brilho, nunca deixará de contemplar


By: Layla Silva

2 Opiniões:

Mia Sodré disse...

Ah, eu sou apaixonada pela Lua! É tão linda, tão contemplativa, tão...
Lindos versos.
Beijos!

http://miasodre.blogspot.com/

Lillye disse...

Nossa, muito lindo seu poema, curti pra caramba o seu blog! E adorei você ter ido lá no Julieta veste Prada, gostei muito do seu comentário, adoro comentários espontâneos e criativos como o seu. Obrigada pelo apoio e pelo incentivo, viu? Estou te seguindo de volta e com certeza passarei muitas vezes por aqui.
Bjinhos :*

julietavesteprada.blogspot.com

Postar um comentário

- Opiniões, críticas, sugestões e tudo mais são sempre bem-vindos, mas seja educado(a) comigo para que eu não precise ser indelicada com você.
- Fique a vontade para deixar o link de seu blog para que eu retribua a visita, desde que faça um comentário decente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.

Siga por E-mail

AGREGADORES