Epitáfio

6 de jul de 2012


Nova tag por aqui, onde tentarei criar alguns contos, que por enquanto serão mínimos...


Aqui jaz um coração.
Este coração, como qualquer outro, teve derrotas, vitórias, alegrias, tristezas e todos os sentimentos que existem. Mas acima de tudo, ele sofreu. Sofreu muito.
Não entendia o porquê disso. Revoltou-se depois de uma terrível decepção. Aquele era seu fim. O fim do coração.
Resolveu mudar radicalmente. De coração passou a ser cérebro. Frio, sem emoções e racional. Era fácil ser cérebro – não doía. Só precisava manter o restante do corpo em ordem. Porém, nesta nova forma, lembrava-se dos tempos como coração, um órgão pulsante e vital. Não conseguia sentir saudade. Cérebros não sentem.
O máximo que conseguiu foi se arrepender da mudança. Só. Agora estava fadado a viver para sempre como alguém sem sentimentos. A solidão dominava a mente.
Porém, o que ele não sabia era que a mudança é passível de reversão. Até para ele. Só precisava amar alguém, amar infinitamente e incondicionalmente alguém. Porque somente o amor consegue mudar até mesmo o mais cruel ser do mundo.
Mas enquanto isso deveria esperar, esperar até que seu epitáfio fosse alterado.
Aqui jazia um coração.



Por: Layla Silva

6 Opiniões:

@qFernando disse...

Lindo! sempre me emociono com textos feitos para Epitáfio...esssa ideia de deixar algo para ser lido para a eternidade é incrível... Poucos são aqueles que realmente conseguem ter um epitáfio conforme sua vontade, na verdade, poucos são aqueles que se importam com isso, mas eu acho extremamente importante... e tmb acho o escrito no blog mto lindo.!

Até mais...

Boa Semana

_________________________________
http://anteontemmusical.blogspot.com.br/

Rodrigo Ferreira disse...

Muito bom seu mini conto. Achei um conto pra refletir sobre o fim da vida. Porque quando agente morrer temos que maneter tudo em ordem cérebro e o que vamos fazer depois dessa vida. (reflita)


http://thediaryboy.blogspot.com.br/

Lis M. disse...

Gostei muito dos seus textos, me despertaram emoções, parabéns já é uma ótima escritora! acho que você se sairá muito bem com mini- contos!

Seguindo.

Arquivo L
Lismicheleti.blogspot.com

Bk. disse...

legal teu blog e mini conto
http://passaroseoceanos.blogspot.com.br/

Rafael dasp disse...

"Era fácil ser cérebro – não doía."
;)

Manfrá disse...

Muito bom Layla, me fez sentir e pensar, gosto desses tipos de textos, até a proxíma!

Postar um comentário

- Opiniões, críticas, sugestões e tudo mais são sempre bem-vindos, mas seja educado(a) comigo para que eu não precise ser indelicada com você.
- Fique a vontade para deixar o link de seu blog para que eu retribua a visita, desde que faça um comentário decente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Tecnologia do Blogger.

Siga por E-mail

AGREGADORES